Rádio Mundial - FM 95,7 - AM 660 - voltar para a home

Escolha o assunto desejado:

13/08/2008
Traição: Como superar este momento?

por: Maura de Albanesi

O casal deve assumir o problema sem colocar a culpa em terceiros. Ouvir detalhes sobre a traição só piora o processo de reconciliação.

A traição é a forma que uma pessoa encontra para mostrar a sua indignação com o parceiro ou com uma situação. São vários motivos que podem levar à traição: carência, questão cultural, insatisfação em relação a desejos e expectativas do outro, vingança, busca pelo novo, entre outros.
Segundo a psicoterapeuta Maura de Albanesi, a traição, no entanto, é um problema do casal e não da terceira pessoa que surgiu no meio do relacionamento. “Quando entra uma terceira pessoa é porque o casal deu brechas e motivos, portanto, os dois são responsáveis. O casal tem que encarar a traição como um problema dos dois e não colocar a culpa em terceiros como, por exemplo, na sogra, nos vizinhos, nos parentes, entre outros”, diz Maura.
Geralmente, a pessoa traída se coloca como vítima, mas, na verdade, é a maneira que ela encontra para tentar fugir de qualquer responsabilidade por aquele momento ruim do casal. Ela também não quer pensar e muito menos aceitar os motivos que levaram o parceiro à traição. A grande maioria das vítimas da traição acha que após o perdão vai ter o controle total sobre o parceiro, pois ela se sente poderosa e espera que o outro faça tudo que ela quer. “È muito engraçado. A pessoa que perdoa a traição, na realidade, nunca esquece a história. Na primeira briga, ela joga na cara do outro e remove coisas do passado. Esse tipo de perdão não serve”, explica a psicoterapeuta.
A pessoa traída acha que precisa ser reconquistada pelo outro para poder dar, de fato, o verdadeiro perdão, mas os dois têm que se reconquistar, sem brigas e exigências. “O verdadeiro perdão chega depois de muita conversa. Muitas pessoas gostam de ouvir detalhes de como foi traída e com quem foi. É uma grande besteira. A pessoa traída acha que isso vai aliviar a dor e ter armas para atacar o outro, mas só aumenta a revolta, porque ela começa a lembrar daquela viagem que o companheiro fez “sozinho” no fim de semana, daquela noite que ele disse que dormiu na casa da mãe, daqueles dias de longas horas extras no trabalho, enfim, a pessoa traída fica mais apreensiva e cheia de dúvidas se perguntando: Ela é melhor do que eu no que? Isso só piora o processo de reconciliação”, explica Maura.
A melhor maneira de retomar um relacionamento que passou por uma traição e ambos mostrarem maturidade e aceitar o problema como sendo somente dos dois. “Aquele que traiu tem que se arrepender. A pessoa que foi traída também tem que abrir o coração e aceitar o fato. Mas, não podemos fugir do adultério em si. Se houve traição é porque alguma coisa não está legal, portanto, eles precisam descobrir juntos o que está faltando, sem por a culpa em terceiros. Para se obter a verdadeira reconciliação, acima de tudo, é preciso que haja amor. Caso não tenha mais amor, a separação é o melhor caminho. Cada um deve seguir a sua vida e buscar a felicidade”, finaliza Maura.




Imprimir esta página Imprimir esta página

Voltar

Conheça nossos comunicadores:
Claudia Riecken Maura de Albanesi
Escolha outro comunicador: Ir para página do comunicador
Pesquisar
2h
Eva de Carvalho e Adelino de Carvalho
Cruzada Profética
4h30
Nelson Paz
Revelação e Vida
5h
Walter Rischbieter
O Caminho do Coração
Orações: Oração a Nossa Senhora de Lourdes
Jornal da Boa Notícia: Anvisa define sistema para rastrear remédios
Jornal da Boa Notícia: Campanha chama a atenção sobre linfoma
Escolas terão cinco mil alunos em período integral
Pesquisa usa vermes contra doença celíaca
Confiança do setor de serviços sobe pela 1ª vez
Desenvolvimento Agência Dot.Streaming by Crosshost