Rádio Mundial - FM 95,7 - AM 660 - voltar para a home

Escolha o assunto desejado:

13/08/2008
Traição: Como superar este momento?

por: Maura de Albanesi

O casal deve assumir o problema sem colocar a culpa em terceiros. Ouvir detalhes sobre a traição só piora o processo de reconciliação.

A traição é a forma que uma pessoa encontra para mostrar a sua indignação com o parceiro ou com uma situação. São vários motivos que podem levar à traição: carência, questão cultural, insatisfação em relação a desejos e expectativas do outro, vingança, busca pelo novo, entre outros.
Segundo a psicoterapeuta Maura de Albanesi, a traição, no entanto, é um problema do casal e não da terceira pessoa que surgiu no meio do relacionamento. “Quando entra uma terceira pessoa é porque o casal deu brechas e motivos, portanto, os dois são responsáveis. O casal tem que encarar a traição como um problema dos dois e não colocar a culpa em terceiros como, por exemplo, na sogra, nos vizinhos, nos parentes, entre outros”, diz Maura.
Geralmente, a pessoa traída se coloca como vítima, mas, na verdade, é a maneira que ela encontra para tentar fugir de qualquer responsabilidade por aquele momento ruim do casal. Ela também não quer pensar e muito menos aceitar os motivos que levaram o parceiro à traição. A grande maioria das vítimas da traição acha que após o perdão vai ter o controle total sobre o parceiro, pois ela se sente poderosa e espera que o outro faça tudo que ela quer. “È muito engraçado. A pessoa que perdoa a traição, na realidade, nunca esquece a história. Na primeira briga, ela joga na cara do outro e remove coisas do passado. Esse tipo de perdão não serve”, explica a psicoterapeuta.
A pessoa traída acha que precisa ser reconquistada pelo outro para poder dar, de fato, o verdadeiro perdão, mas os dois têm que se reconquistar, sem brigas e exigências. “O verdadeiro perdão chega depois de muita conversa. Muitas pessoas gostam de ouvir detalhes de como foi traída e com quem foi. É uma grande besteira. A pessoa traída acha que isso vai aliviar a dor e ter armas para atacar o outro, mas só aumenta a revolta, porque ela começa a lembrar daquela viagem que o companheiro fez “sozinho” no fim de semana, daquela noite que ele disse que dormiu na casa da mãe, daqueles dias de longas horas extras no trabalho, enfim, a pessoa traída fica mais apreensiva e cheia de dúvidas se perguntando: Ela é melhor do que eu no que? Isso só piora o processo de reconciliação”, explica Maura.
A melhor maneira de retomar um relacionamento que passou por uma traição e ambos mostrarem maturidade e aceitar o problema como sendo somente dos dois. “Aquele que traiu tem que se arrepender. A pessoa que foi traída também tem que abrir o coração e aceitar o fato. Mas, não podemos fugir do adultério em si. Se houve traição é porque alguma coisa não está legal, portanto, eles precisam descobrir juntos o que está faltando, sem por a culpa em terceiros. Para se obter a verdadeira reconciliação, acima de tudo, é preciso que haja amor. Caso não tenha mais amor, a separação é o melhor caminho. Cada um deve seguir a sua vida e buscar a felicidade”, finaliza Maura.




Imprimir esta página Imprimir esta página

Voltar

Conheça nossos comunicadores:
Rosa Tereza Campanella Kamal Nahas
Escolha outro comunicador: Ir para página do comunicador
Pesquisar
2h
Beatriz Benfica, Eva de Carvalho, Vitória Régia e Adelino de Carvalho
Cruzada Profética
5h
Alfredo Antacle
Alquimia das Ervas
5h30
Cyda Godoy
Tambores da Alma
Jornal da Boa Notícia: Nova técnica realiza implante dentário sem corte
Significado dos Sonhos: Vapor
Jornal da Boa Notícia: Produção industrial cresce 10%
Começam inscrições para vestibular da Unesp
SP distribui kits de projeção cinematográfica
Atividade econômica cresce em fevereiro
Desenvolvimento Agência Dot.Streaming by Crosshost